Coisas de trintona...

Janeiro 12 2009

Faz hoje 3 anos que a minha mãe morreu. Fui ao cemitério deixar-lhe umas flores. A caminhada naquele silêncio onde só se ouviam os pássaros e o vento nas árvores, foi agradável, apesar do momento, e o dia estava muito bonito, com sol. Enquanto caminhava calmamente e tentava controlar as lágrimas, apercebi-me como a correria do dia-a-dia não nos deixa sentir as coisas mais vezes e com mais intensidade. Falo das saudades que tenho da minha mãe, as saudades boas, e que a correria da vida tem acotevelado para poder passar.

Às vezes sinto falta de correr para o colo da minha mãe e ficar lá até deixar de sentir medo. Sinto saudades do cheiro da sua pele e de como essa familiaridade me fazia sentir segura. Começamos assim quando nascemos, a identificar a nossa mãe como porto de abrigo onde o mundo não nos pode fazer mal, e essa identificação começa pelo cheiro. E em adultos esse vínculo vai-se perdendo, conforme vamos conseguindo abrigar-nos noutros portos que nos acolhem.

Pouco tempo antes da sua morte lembro-me que a minha mãe me pedia que falasse com ela porque eu a acalmava, e hoje vejo esses momentos como se eu fosse, nessa altura, o porto de abrigo dela.

Um dia mais tarde queremos ser mães e sermos nós o porto de abrigo de alguém e sentimos um fogo cá dentro quando os nossos filhos nos querem a nós para abraçar. E assim vamos precisando de diferentes tipos de amor ao longo da vida.

E tal como uma mãe (pre)sente que um filho não está bem, também esta filha (pre)sentiu que nessa noite de há 3 anos e um dia atrás deveria ter ficado a dar-lhe a mão. Mas não me deixaram e só pude dizer e ouvir um «Até amanhã!».

 

Até amanhã, Mamã.

publicado por 30girl às 23:27

Lamento muito a tua perda!!!
Bjinho grande
gato
gato a 13 de Janeiro de 2009 às 11:00

Eu tb tenho medo de perder a minha mae... Ela é tudo para mim... Tenhp medo de nao estar muito mais tempo com ela..
Vou mas é ligar-lhe e dizer a ela para vir ca a casa... aproveitar enquanto podemos estar juntas fisicamente.
Beijo apertadinho
Praia a 18 de Janeiro de 2009 às 15:18

Praia, é isso mesmo. Se soubesse o que sei hoje, teria tentado provocar mais os encontros.

Bjs!
30girl a 19 de Janeiro de 2009 às 13:50

O blog da segunda adolescência.
mais sobre mim
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO