Coisas de trintona...

Dezembro 15 2008
Perdida em acção, é exactamente a expressão que me ocorre para iniciar este meu regresso ao meu blog. Estou no bar da universidade com os meus headphones a ouvir a rádio M80 (cota!) a 45 minutos de me meterem na rua (o que é tempo mais que suficiente para vos dizer olá), e tentar relembrar o que vos quero dizer, que já escrevi um dia destes num ímpeto antes de ir dormir, porque agora é assim, as ideias vêm, as saudades de escrever aqui são tantas que me sai tudo em catadupas, o que aliás dá para ver pelo tamanho deste parágrafo. Pois é, ao fim de todo este tempo senti uma vontade imensa de voltar a escrever os meus pensamentos e as minhas emoções partilhá-las convosco e ouvir-vos também. É como se de repente eu voltasse à tona depois de cerca de 4 anos. Um interregno para me dedicar à minha vida familiar e ao EXCESSO de trabalho, trabalho esse sempre bem vindo (antes isso que não ter trabalho), mas que nos sufoca por vezes a alma, porque secamos e deixamos de respirar outras coisas.

É essa a sensação que tenho neste momento: que a vida se faz por ondas, por impulsos, por propagações. Andamos sempre a correr atrás de qualquer coisa, simbolizando aqui a «coisa», a motivação e o(s) objecto(s) de desejo e dedicação que vamos encontrando ou criando. E nesse processo mergulhamos em mares diversos e nem damos pelo tempo passar, como se entrássemos em apneia durante 3 ou 4 anos. E de repente, num momento único qualquer nesses anos, algo nos impele para cima para virmos respirar mais um pouco. É assim que me sinto agora ao voltar a escrever: como se viesse à tona para respirar um pouco de ar.

Passei todo este tempo dedicada a trabalho técnico sem tempo para extravasar o que tenho pensado e sentido. É que não basta pensar e sentir; para mim é importante agir sobre isso. Só assim nos mantemos vivos.

Agora que que estou aqui a escrever e a ouvir a M80, e ouço «I just died in your arms tonight» dos Cutting Crew sinto exactamente aquilo que tento transmitir: que vontade de ouvir e sentir coisas diferentes! Sinto-me sufocada de tanta razão, preciso de mais emoção. E ao ouvir esta música recordo a minha adolescência e tudo o que vivi nos anos 80 e de repente, apesar de ter sido (como aos trinta) a idade do acne, sinto tantas saudades de cada dia em que tive pele de galinha por tanta coisa.

Eis um tópico digno de coisasdetrintona: nostalgia para com os tempos que vivemos em adolescentes. Mas é mesmo isso. Os trinta o que nos traz é trabalhotrabalhotrabalho e um grande investimento no nosso córtex cerebral por tanta dedicação a planificação, responsabilidade, raciocínio, razão, trabalho técnico. De repente voltamos a sentir a falta de usarmos mais a amígdala (responsável, no nosso cérebro, pelo nosso lado mais emocional). Quem não sente falta de sentir o que sentiu com o primeiro grande amor? A primeira grande aventura adolescente com amigos? A bioquímica da paixão platónica que tanto poder tinha no nosso cérebro? A trip (desculpem o termo) do proibido? A trip de uma música? A felicidade da antecipação de um determinado fim de semana, de uma viagem, de um encontro? A felicidade fácil num momento simples e curto? Vistos de agora, até os dramas da altura nos davam vida.
E davam. Davam-nos alma. Punham-nos às cores e aos saltos.

Ultimamente tenho reencontrado companheiros e companheiras de acne dessa altura e senti um aperto por ver que estávamos tão diferentes. É óbvio que a idade faz a diferença, mas aqueles rostos eram para mim referências simbólicas dessa adrenalina que nos fazia subir paredes se fosse necessário, e agora, ao vê-los, não enconrei essas cores. O que me fez olhar para mim e pensar: «Também eu estarei cinzenta?». Sim, acho que até ando um pouco amarelada. Adrenalina não me falta, mas tem estado direccionada para deadlines, projectos técnicos e afins.

«You can do magic»... é o que ouço. Nem a propósito...
publicado por 30girl às 17:15

Bem-vinda de volta :)
Pedro a 17 de Dezembro de 2008 às 10:13

Obrigada! Espero que continues a aparecer ;)
30girl a 17 de Dezembro de 2008 às 15:54

O blog da segunda adolescência.
mais sobre mim
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO